A A

Projeto de inclusão social da L’Oréal Brasil certifica mais de 150 alunos de Nova Iguaçu e Complexo da Maré

17 de janeiro de 2019

Em um ano e meio, iniciativa já capacitou mais de 370 pessoas como auxiliares de cabeleireiro

No último mês, os projetos Casa das Belezas e Maré de Belezas, parcerias entre a L’Oréal Brasil e as instituições sociais Casa do Menor e Redes da Maré, formou mais de 150 alunos de suas unidades em Nova Iguaçu e no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Em 2018, o curso desenvolvido pelo Instituto L’Oréal e com a utilização dos produtos L’Oréal e Niely contou com três vezes mais alunos que no ano anterior. O protagonismo social é uma das prioridades da Companhia, como conta Maya Colombani, Diretora de Sustentabilidade da L’Oréal Brasil. “Estamos muito orgulhosos em ter triplicado o número de alunos em 2018, além de ter aberto uma nova escola na Maré e de conseguir oferecer à maioria deles uma renda adicional e uma oportunidade de emprego.”

Maré de Belezas

Para Thiago Ramos, Gerente de Meio ambiente, Saúde e Segurança (EHS), o resultado demonstra a qualidade e a confiança que o público vê na iniciativa. “Acreditamos que promover a inclusão profissional de jovens e adultos é um meio de reforçar os objetivos estabelecidos pelo Sharing Beauty With All, o compromisso de sustentabilidade do Grupo”, afirma ele. Para 2019, Thiago adianta que há planos para dar mais escala aos cursos que já existem, além da abertura de um curso de barbearia na Casa do Menor. “Nosso objetivo de transformar a cadeia de valor através do protagonismo social é o que nos move”.

Confira depoimentos de alunas dos projetos

Desde sua criação em 2017, a Casa das Belezas já capacitou 373 pessoas como auxiliares de cabeleireiro, empoderando moradores de comunidades carentes – em sua maioria, mulheres – do Rio de Janeiro. Aluna de uma das unidades da Casa do Menor, Denize Baltazar conta que o curso deu a ela a oportunidade de sonhar. “Sinto muito orgulho em dizer que hoje tenho uma profissão, sou auxiliar de cabeleireiro. Agora estou trabalhando e o sorriso de cada cliente satisfeita revigora a minha alma.”

Para Patricia Rodrigues, professora na Casa do Menor, o projeto é uma oportunidade de transformar a vida dos moradores de cada comunidade: “Possibilita aos alunos uma nova direção para suas próprias vidas. Hoje, realizei o sonho de ser professora e ajudo cada aluno a realizar o seu próprio sonho.”

Além das turmas em Nova Iguaçu, o curso também está presente no Complexo da Maré com a Maré de Belezas, criada no início de 2018. Eliane Oliveira, uma das formandas da unidade, acredita que o curso foi uma oportunidade única: “Sempre tive vontade de me especializar na área de beleza e não tenho condições financeiras para pagar um curso”, explica. “Aprendi técnicas que irão me ajudar muito e quero seguir trabalhando na área”.

 

Publicações relacionadas